MÁSCARAS SALVAM VIDAS 😷
Última atualização: 03/05/2020 às 19:15 (WEST)

PT | EN | FR

Uma solução simples para um problema complexo

A utilização universal de máscaras é extremamente importante na luta contra a COVID-19

😷

Os países ocidentais estão a enfrentar taxas mais altas de infeção por COVID-19, em comparação com países asiáticos, por causa da aversão do ocidente a usar máscaras.

Para além das medidas de higienização, distância física e de ficar em casa, é necessário que todos utilizem uma máscara (ou equivalente), sempre que tiverem de sair de casa, para ajudar a diminuir a viralidade do novo coronavírus.

Segundo o Conselho das Escolas Médicas Portuguesas (CEMP), "o uso de máscaras pela comunidade" pode "reduzir o risco de contaminação", sendo que "quatro em cada cinco indivíduos contaminadores desconheciam que estavam infetados no momento em que infetaram terceiros".

 

👉 Máscaras podem mesmo salvar vidas, mas use-as com precaução! 🛑

Itália

28,884 mortes

478 mortes/1M hab. 7
1º caso reportado a 29 jan. 7
  • 👉 Pouca utilização de máscara

Taiwan

6 mortes

0.3 mortes/1M hab. 7
1º caso reportado a 20 jan. 7

Espanha

25,264 mortes

540 mortes/1M hab. 7
1º caso reportado a 30 jan. 7
  • 👉 Pouca utilização de máscara

Japão

474 mortes

4 mortes/1M hab. 7
1º caso reportado a 14 jan. 7

EUA

68,088 mortes

206 mortes/1M hab. 7
1º caso reportado a 20 jan. 7
  • 👉 Pouca utilização de máscara

Coreia do Sul

250 mortes

5 mortes/1M hab. 7
1º caso reportado a 19 jan. 7
Número de mortes / Cultura de utilização de máscara
Projeção de partículas sem máscara / com máscara

Vamos todos promover a cultura da utilização de máscara para reduzir as infeções pelo novo coronavírus

Qualquer coisa que impeça a transmissão de vírus por aerossol, de pessoa para pessoa, reduzirá a taxa de infeção. 5,12

  1. Use uma máscara (ou equivalente), quando estiver fora de casa, para evitar gotículas de vírus através de aerossóis. Quer seja espalhar as suas gotículas, pelo ar ou pelas superfícies, ou ser contaminado pelas dos outros. 3,11
  2. A utilização de máscara por todos é ainda mais importante na medida em que a transmissão acontece mesmo que a pessoa não apresente qualquer sintoma, entre 2 a 14 dias! 10
  3. A utilização de máscara evita que as pessoas toquem tantas vezes na boca e no nariz. Utilize também proteção dos olhos. 9
  4. A utilização de máscara evita que a doença se inicie com uma grande inoculação, o que poderá aumentar a sua letalidade. 5
  5. As máscaras de proteção certificadas deverão ser reservadas para os profissionais de saúde. Outro tipo de máscara (ou equivalente), que impeça a respiração de partículas com vírus, é uma ajuda inestimável na contenção do número de infeções. 4
  6. Precisamos de dados concretos que mostrem um efeito direto de uma forte cultura de uso de máscaras na diminuição da viralidade do novo coronavírus. Neste momento, temos apenas pesquisas pontuais. Ainda assim, o princípio da prudência, face aos factos e resultados conhecidos, manda utilizar sempre máscara!
  7. Se estiver habilitado para tal, promova pesquisas que mostrem os benefícios do uso de máscaras. (Ver alguns estudos)
  8. Divulgue o máximo possível esta causa. Incentive os seus familiares, amigos, vizinhos e entidades oficiais da cidade a usar máscara.
Divulgue esta causa

A postura oficial anti-máscara já começou a mudar

A OMS e a DGS, entre outros agentes de saúde, têm afirmado que as máscaras não são eficazes na contenção da propagação do COVID-19, ou que estas só devem ser utilizadas com indicação médica.

O que é certo é que os factos não dão razão a estes agentes que, entretanto, começam a mudar de posição. Na verdade, qualquer coisa que impeça a transmissão do vírus por aerossol reduz a viralidade do COVID-19 1.

Precisamos que as mais altas autoridades de saúde do mundo revertam a política atual e passem a promover o uso universal de máscara.

O Japão tem uma das maiores taxas de utilização de máscaras e uma das menores taxas de infeção de COVID-19

Apesar de ter uma população bastante idosa e ter sido um dos primeiros países com casos registados, a taxa de infeção e mortalidade no Japão é uma das mais baixas do mundo. Uma das principais razões para isso é a forte cultura de utilização de máscaras, que reduzem a viralidade do novo coronavírus para níveis geríveis. O Japão teve, até ao momento, apenas 14.571 infeções, apesar de ter sido um dos primeiros países a registar casos de COVID-19 2.

A lei de "máscara obrigatória" da República Checa

Desde o passado dia 18 de março que a República Checa tornou obrigatória a utilização de máscara em público. Até ao momento, houve apenas 7.764 casos confirmados de COVID-19, o que a torna num dos países menos infetados da Europa. 6 Há que prestar atenção e acompanhar a taxa de infeção futura da República Checa, em relação aos seus países vizinhos, por forma a demonstrar o impacto quantificável da utilização universal de máscaras.
Visão geral da Campanha Checa #masks4all

Divulgue esta causa
Esta página Web é mantida por José Dias e foi desenvolvida a partir da versão original, em inglês, de Edward Anderson, em Masks Save Lifes.